• safiramoreira1

fotografia é sonho

Em julho desse ano, estive pela primeira vez no continente africano, mais precisamente em Maputo, capital de Moçambique, para fazer direção de fotografia do Documentário 'Hixikanwe - Estamos juntas'.


Realizado por financiamento coletivo e dirigido por Débora Britto, o filme contou com uma equipe de mulheres negras investigando os sentidos de ser mulher em África na diáspora. Sinto que ainda não fui capaz de digerir todos os acontecimentos dessa travessia. De volta ao Brasil, passaram-se dois meses até eu revelar as fotografias que fiz com a Canon ftb.


Pude reviver os encontros e os sonhos que aquela terra me despertara.


Fotos de Maputo, Moçambique



Das pessoas que fotografei em Maputo, Nato é o único que minha memória falha não me permitiu esquecer do nome. Talvez por ter me encantado ali, pelo modo como ele abarcava as coisas com seu olhar. Havia uma serenidade de mar, um jeito de corpo que me lembrou a Bahia.


Depois conversamos sobre o Brasil, e ele disse que sonhava um dia conhecer o Atlântico. Queria devolver essa fotografia a Nato depois de um mergulho na Baía de Todos os Santos. Fotografia é sonho.



Um que era três ou três que era um. Os meninos repetiam o movimento um do outro, quase percorrendo os segundos que o outro tinha acabado de viver.


A fotografia é só uma parte do que vemos, um fragmento do real. Nesse dia, eu e gspalha passamos de carro e vimos uns dez meninos. Alguns de pé e outros sentados junto a um poste, como um baobá, com suas raízes, tronco e caules que se mexiam a medida que algum deles gesticulava com os braços. Depois, mais a frente, um outro grupo.


Descemos do carro e fomos caminhando, no desejo de realizar aquela foto. Chegamos e o grupo já tinha se dispersado.


A foto que eu havia idealizado era um plano aberto, ao longe, onde caberiam todos. Mas, ao ver os meninos, quis me aproximar. Eu e gspalha dividimos o instante. Um deles mirou nos olhos dela, os outros dois miraram nos meus.




Corriam três, com seus cinco, seis, sete anos. Eu com meus 27 só consegui alcançar uma.


De fotos sem nome, que só é memória de quem capturou.


Para ver mais fotos de Maputo, Moçambique.

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest
  • LinkedIn

feito com amor © 2020