• Joyce Castello

direção de arte e cenografia na construção e ampliação da visualidade

Atualizado: 26 de Mai de 2019


Estreia no blog Purpurina, talvez um dos primeiros momentos também que tenho para falar [e pensar] sobre meu trabalho com direção de arte e cenografia. Nesta oportunidade, aproveito para falar de um projeto desenvolvido recentemente para a Financeira Dacasa, atendida pela Agência Chuva.


De início, tive acesso a um story e a um layout criado a partir de banco de imagens. Esses materiais foram utilizados, num primeiro momento, para aprovar a ideia da campanha, que previa dois filmes de estúdio, um voltado para o público lojista e outro voltado para clientes. O mote em comum era a promoção dos cartões Dacasa, que são aceitos no Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia - praças em que esses VT's já estão sendo veiculados.


Imagens do storyboard criado pela Agência Chuva.

A partir do layout inicial trazido pela agência, coube à Direção de Arte pensar numa visualidade que trouxesse unidade estética para a campanha.


Alinhada com a Direção de Cena, a arte buscou imprimir comicidade e ludicidade ao espaços, que massivamente também deveriam trazer cores ligadas à marca Dacasa. Para transmitir nossa intenção, preparamos um moodboard, uma cartela de cores e um projeto cenográfico para uma reunião de aprovação com agência e cliente. A partir da apreciação deles é que demos início à execução da cenografia em estúdio.


Imagens da pasta de arte, com a proposta de cenografia e o mood.

Foram nove dias de montagem até a diária de gravação. Dias de trabalho intenso de cenotecnia e de produção de arte e objetos. Iniciamos com marcenaria, seguida pela pintura lisa e pintura de arte (tratamentos de envelhecimento e texturas em superfícies) e, por fim, dressing dos ambientes.


Optamos, em conjunto com a pós-produção, por um fundo de chroma key azul, o que tornou proibido qualquer detalhe em tonalidade azul na cenografia, no figurino e na maquiagem. Nos ambientes e nas roupas, predominaram os tons de verde e de laranja. Buscamos dar atenção a texturas e a detalhes, firmando aspectos lúdicos na nossa mini cidade cenográfica para os Cartões Dacasa.


Cliente e agência visitaram o estúdio durante a montagem. Estes dois comerciais tratavam-se do maior investimento em publicidade feito pela Dacasa Financeira até o momento. Por essa razão, era muito importante estarmos todos afinados para que a diária de gravação e seu cronograma. Em um dia, gravamos os dois VTs de 30'', conforme planejado.


Conseguimos pensar e executar a arte deste trabalho de modo a ampliar a visualidade pretendida inicialmente pela agência. Os ambientes foram desenvolvidos para além de suas fachadas, podendo ser percorridos de maneira interativa pelos personagens em cena. Trabalhamos também as luzes diegéticas em postes, luminárias e em objetos construídos, como a luz instalada na tela da bomba de gasolina cenográfica.


Diante do que foi construído, o cliente estuda agora a possibilidade de levar a estrutura de estúdio para uma loja física da Dacasa Financeira. Faríamos uma adaptação estrutural para permitir a interação de clientes e funcionários com nossa cidadezinha e seu supermercado, restaurante e farmácia.


Assim, vemos uma visualidade pensada inicialmente apenas para atender a demanda de um comercial de estúdio, ganhar novos desdobramentos, potencializando uma campanha junto a seu público.

Ótimo criar e executar ideais diante de possibilidades assim.

40 visualizações
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle